Nióbio
EUR
USD

0

por Nióbio - Alfaiataria Digital

5 Passos para melhorar seu networking - Dicas da Nióbio

Em 30 segundos! Não basta saber o que é um networking, é preciso fazê-lo bem e com constância. Para isso comece convidando pessoas interessantes para tomar um café, seja divertido e interessante, mas sem exageros durante o papo. Pense no copo sempre cheio e lembre de dividir suas conquistas enquanto conversa. Não fale frases prontas que podem acabar com a sua primeira impressão.

Nós somos seres sociais. E por isso, nossa vida é pautada pelas nossas relações, sejam profissionais ou pessoais.

Quando somos pequenos, conhecer pessoas e fazer novos amigos é uma coisa natural, não precisamos pensar em como nos portar ou em como começar aquela amizade. Basta um recreio no colégio, não é mesmo?

Mas com o passar dos anos, conhecer novas pessoas e manter bons relacionamentos vai ficando cada vez mais difícil. O excesso de trabalho, a preguiça de sair, o desejo de ver uma série são geralmente os grandes culpados.

Qual foi a última vez que você convidou um amigo para tomar um café e saber como anda a vida?

Ou qual foi a última vez que você foi a uma “roda de negócios” e realmente conheceu alguém? Eu sei, estamos ainda em uma pandemia e as saídas estão cada vez mais escassas. Mas antes desse período, você consegue se lembrar qual foi a última vez?

Se você pensou em uma situação e na verdade o encontro foi para pedir ajuda, favor ou pedir qualquer coisa, na verdade, não conta! Quero que você pense genuinamente qual foi a última vez que você quis conhecer uma pessoa mais a fundo.

Para você pedir alguma coisa para alguém você precisa de intimidade, de familiaridade para dizer o mínimo. E para sermos lembrados por essas pessoas, precisamos estar presentes e exercitar a nossa capacidade de manter uma boa rede de contatos. Afinal, não sabemos quando vamos precisar dela e não queremos parecer interesseiros sempre em busca de favores. E isso é o tal networking.

Mas se engana quem pensa que networking é ter uma pilha de cartões de visita e conhecer profissionais de diversas áreas para recorrer quando alguém precisa.

Networking é a ação de nutrir relacionamentos, de trocar experiências úteis com o objetivo de conhecer novas oportunidades de aprendizado, investimento ou parcerias.

E como já vimos, não é uma coisa simples ou natural. Mas também não precisa ser forçada, nem chata.

Vou te dar algumas dicas (5 para ser exata) que vão facilitar esse networking. Queria que você começasse a pensar nele como uma conquista. E na minha opinião, toda grande conquista começa com um bom café. Então vamos lá:

  1. Convide algumas pessoas para tomar uma V60;
  2. Seja divertido e interessante, mas sem exageros;
  3. Pense no copo sempre cheio;
  4. Divida suas conquistas e elogie seus colegas;
  5. Não fale essas frases prontas.

Convide algumas pessoas para tomar uma V60

A V60 é um método de preparo de café coado muito popular entres os coffee lovers, por ter uma bebida bem equilibrada! Já fica a dica de método para ter em casa ou para pedir em uma cafeteria. Mas antes de pensar no café, faça uma lista de amigos, colegas de trabalho, conhecidos do colégio que seriam interessantes de conhecer mais e os convide, aos poucos, para encontrá-los.

Se puder, receba essas pessoas em casa. Nada mais receptivo do que um bom café especial, recém moído e coado, para começar uma boa conversa. Além de que, quando fazemos algo legal para alguém, essa pessoa fica mais disposta a retribuir.

Caso não seja possível, escolha um ambiente no qual você se sinta confortável. Eu sugiro uma cafeteria, geralmente elas são informais o suficiente para não parecer um encontro romântico ou uma saída casual, e formal o bastante para demonstrar interesse em um papo mais sério. Não importa quem seja o convidado NUNCA o convide para um bar, você vai passar a impressão errada.

Seja divertido e interessante, mas sem exageros;

Apesar de encararmos o networking como uma tarefa de trabalho, é importante que você se preocupe em ser carismático. Pensa comigo, se a pessoa gostar da sua companhia, mas provável que o encontro aconteça mais vezes, certo? E quanto mais frequente, mais natural e mais forte fica a conexão.

Viu como é mesmo uma conquista?

Para ser divertido, diversifique os assuntos. Ninguém gosta de falar apenas de trabalho.

Faça perguntas pouco óbvias e tente responder de forma inusitada também.

Sabe o famoso “ei, como você tá?”? Então, não responda "tô bem e você?”, isso é o que todo mundo faz. Já dê um tom mais pessoal à conversa desde o início! Uma boa opção seria responder: “Estou incrível, estou lendo um livro muito bom que me faz refletir….”. Esse é apenas um exemplo, mas percebe como você já abre espaço para uma conversa interessante e desperta a curiosidade de quem está com você??

Se tiver seguido meu conselho e for em uma cafeteria mesmo, vou te dar uma dica a mais. Poucas pessoas estão acostumadas com o café especial, se você for uma das que entende um pouco sobre a bebida, aproveite para comentar sobre o perfil sensorial dos grãos e qual o melhor método de preparo. Não tem como não parecer interessante depois disso.

Para você que se sentiu um pouco perdido aqui, não se preocupe, essa é apenas uma sugestão! Como eu disse, você deve sempre buscar assuntos e lugares que te deixam confortável. Mas fica aqui uma colinha para você: métodos de base achatada são ótimos para cafés mais doces e encorpados e métodos cônicos, para equilibrar, suavizar ou realçar acidez!

Só cuidado para não parecer petulante. Têm uma linha tênue entre usar um assunto que você conhece para envolver a pessoa nele e falar demais e parecer um grande sabe-tudo.

Pense no copo sempre cheio (e seja confiante!)

Pense sempre no lado positivo. Pode parecer bobagem à primeira vista, mas toda conversa com um tom de positividade é motivadora.

Perceba como entrevistadores de talk show e artistas sempre tentam responder de forma engraçada e positiva a todas as perguntas! Pessoas como Craig Fergunson, James Corden, Jimmy Fallon, Cris Hemsworth e Chris Pratt têm o dom de fazer qualquer um rir e se sair bem de uma situação. Não é atoa que eles também são as pessoas mais carismáticas e queridas pelas colegas de trabalho.

Treinar o pensamento positivo para ter uma resposta mais rápida às perguntas e eventuais problemas de comunicação é mais simples do que parece. Comece se acostumando com brincadeiras, fazer papel de bobo para você mesmo te ajuda a fugir dessa posição com facilidade na vida real. Enquanto não surtir efeito, finja! Sim, fingir e forçar a positividade no começo vai fazer o seu cérebro se acostumar com esse tipo de raciocínio.

E por falar em fingir, mesmo que você não esteja muito seguro com o encontro, busque parecer confiante.

Começando pela sua roupa, estar bem vestido passa uma mensagem, interna e externa de confiança. Aquela sensação boa de estar bonito e apresentável te deixa mais confortável com você mesmo. Externamente, as pessoas podem te achar mais respeitável, mais apresentável e mais aprazível. Use sua imagem ao seu favor.

A sua linguagem corporal e as suas expressões faciais também são uma importante forma de comunicação que muitas vezes esquecemos. Sentar-se confortavelmente em uma cadeira, reclinado para trás, mostra confiança, tranquilidade e abertura. Cuidado para não exagerar, é um pulo para parecer desleixado ou desinteressado também. Enquanto sentar-se na ponta, inclinado para frente, pode ser intimidador ou aparentar ansiedade.

Divida suas conquistas, elogie seus colegas e escute, muito

Mas como o networking não serve apenas para falar de vocês e raramente vai ser um papo entre duas pessoas só, lembre-se de dividir suas conquistas, afinal, você não conseguiu tudo sozinho, não é mesmo? Um bom exemplo é falar de algum projeto da empresa que foi bem sucedido por causa das pessoas e mostrar o quanto seu time é incrível.

Se eles estiverem presentes, pode deixá-los um pouco sem graça, mas com certeza vai arrancar alguns sorrisos e vai te colocar em uma posição de humildade. A longo prazo, esses pequenos elogios ajudam a equipe como um todo a confiar mais no próprio trabalho e se relacionar melhor. Todo mundo sai ganhando!

Como dizia Maya Angelou:

"As pessoas podem não lembrar exatamente o que você fez, ou o que você disse, mas elas sempre lembrarão como você as fez sentir”.

Então quando for a encontros de networking, lembre-se de fazer as pessoas se sentirem bem, felizes e ouvidas que assim elas se lembrarão quem você é. O mesmo vale para colegas e para novos conhecidos!

Não fale essas frases prontas

Talvez você esteja pensando que essa devesse ser a primeira dica de todas. Mas depois de se preparar para ativar sua rede de contatos do jeito certo, eu acredito que ela seja a menos importante. De toda forma, merece destaque.

Essas frases prontas, que parecem até uma regra de etiqueta, podem causar uma péssima primeira impressão. São apenas 3:

1. “Desculpa por tomar o seu tempo” ou “Desculpa te atrapalhar”

Para começar, networking não é perda de tempo. Ele é feito por interesse de todas as partes e por isso é importante, na mesma medida, para os envolvidos. Mas caso a pessoa seja realmente muito ocupada ou tenha uma posição profissional acima da sua, opte por agradecer pelo tempo dizendo, por exemplo: “Obrigado por me encontrar”.

Esse tempo é realmente valioso, por isso faça valer a pena!

2. "Ei!"

Um ei, oi, olá, sem complemento nenhum deixa espaço para um silêncio constrangedor. Você com certeza já esteve nessa situação de cumprimentar alguém e ficar completamente perdido do que dizer logo depois.

Para evitar esse desconforto inicial, faça sempre uma pergunta que vai guiar a conversa. Pessoas gostam de conversas fáceis, que fluem, então pergunte algo como: No que você está trabalhando agora? E demonstre interesse genuíno no que a pessoa vem fazendo!

Por falar em desconforto, queria entrar rapidamente em um tópico importante. Se você é uma pessoa tímida ou simplesmente não gosta dessas situações de encontros, tente se acostumar com o silêncio. Ele pode acontecer, mas não precisa ser constrangedor.

Eu sei que parece impossível, mas pessoas carismáticas e confiantes, se colocam facilmente em posições de completo silêncio para se acostumarem com ele e terem uma postura confortável. O silêncio pode ser um espaço de reflexão, de suspense! Minha sugestão é que você tente, até que esteja realmente bem nessa posição.

3. "Posso te pagar um café?"

Nunca comece uma conversa ou um convite com essa frase. A ideia de pagar algo para alguém parece uma boa forma de agradar. Mas dessa forma, o nosso cérebro acaba entendendo isso como uma moeda de troca: meu tempo por uma xícara de café. E automaticamente o peso do encontro está sobre o dinheiro gasto e não no valor da conversa.

O que você pode fazer é surpreender o seu convidado pagando a conta ao final do encontro. Esse elemento surpresa agradável pode te deixar em uma boa posição, porque, como disse lá em cima, as pessoas gostam de retribuir agrados!

E agora? Temos mais textos sobre: Como tomar a melhor decisão, de forma bem inovadora e Como se vestir bem, que podem te ajudar a estar mais preparado para qualquer situação de networking! Mas depois de ler tanto, você já está pronto para convidar alguém para um café! Vai lá. Estou esperando... Convidou?

Enquanto espera uma resposta, confere esses textos que te falei! Boa leitura para você e um excelente networking!

Giovanna Rubertti

Processing...

adicionado com sucesso.

adicionado com sucesso.